quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Meus olhos

Os meus olhos já enxergam a dor no seu olhar, e ela se multiplica em meu coração.
Não quero que você se vá, insisto nas lembranças boas desses doze anos e crio a ilusão de poder continuar mais um pouco.
Não reclamas, mas já mostras o peso da dor, do desconforto no corpo através do olhar, janela da alma.
Procuro na sua dor, coragem, mas minhas lágrimas logo apagam essa imagem e não me deixam enxergar que o fim está proximo, que estamos a cada dia, nos despedindo.
Obrigada por toda alegria, amor e dedicação que me deste.

5 comentários:

Clarice disse...

É difícil, minha amiga, mas quando os olhos pedirem que seja dada a paz, o coração saberá decidir. Fique forte e deixe que ele seja tua melhor lembrança, fique ao lado dele o máximo que puder, pois ele encerra seu tempo recebendo tudo o que de melhor poderia ter.
É irrestistível não chorar contigo porque o amor pelos animais que ficam tanto tempo ao noso lado é universal. Sofro contigo, mas espero te dar a coragem para deixá-lo partir quando a dor para ele for maior que a tua de dizer adeus.
Meu maior carinho para ti e para ele.

Gisa disse...

Meu coração ficou apertadinho lendo teu post e vendo a foto do teu amado. O vet não receitou nenhuma medicação para a dor? Tive uma cadelinha que, aos 17 anos, teve câncer de mama. Como era velhinha e o coraçãozinho estava fraco, o médico não quis operar, pois ela não resistiria. Ele disse que aquele tipo de câncer não causava dor, apenas incômodo, mas me receitou uma medicação para deixá-la mais confortável. Sei que teu coração te indicará o melhor caminho e que nada será mais importante para ele que o teu amor e carinho. Abraço grande

Ro disse...

Ahh minha amiga...
Não tenho palavras apropriadas ou que , por mais que eu queira , possam trazer consolo à dor de ver partir um amigo-filho-companheiro.
Que a lembrança desse amor torne menos amarga sua despedida.
Minhas orações estão com vocês.
Que Deus lhe conceda paz , pois sei que força você tem.
Mil beijos

Blog da Rutha disse...

É muito difícil se despedir, eu fico desesperada quando um dos meus apresenta qualquer probleminha e estão todos com boa saúde ! O Tobias já está com 12 anos muito bem vividos, agora só precisa dos seus carinhos e muito amor, aproveite bem esses momentos com ele.
Quando o Martim partiu foi uma dor terrível porque ele estava super saudável e era jovem, começou a passar mal um dia, foi internado e não sobreviveu, até hoje não entendo como tudo aconteceu tão rápido ! Ele tinha insuficiência renal. Mas eu guardo lembranças maravilhosas dele !
Beijos
Laís

Sandra Mitsue disse...

Oi Glória...
Não há como não ficar triste numa situação dessa...

Quando as dificuldades da vida fizerem
vc querer desistir de lutar...
olhe para cima...eh de lá que vem A ajuda.
DEUS TE ABENÇOE NÃO SÓ HOJE MAS SEMPRE!!!BOA SEMANA
Beijos!
San....