segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Juntando o útil ao agradavel

Meu marido a-d-o-r-a canetas. Não estou falando de Mont Blanc ou Crown. Falo daquelas que ganhamos de brinde, com logomarcas, promocionais. Dia desses, arrumando  gavetas, achei o esconderijo delas.
Tive ânsias de "sumir" com umas, mas, partindo do principío do " faça aos outros o que gostarias que fizessem a ti", resolvi o problema de outro jeito. Ele gostou, eu gostei. E voces?

Ainda tem umas quantas aguardando a oportunidade de virar quadro. Logo, logo... Bjs. 

4 comentários:

Meu Whippet disse...

eu também tinha coleção de caneta, mas acabei me desfazendo hehe
e.. super aprovada a idéia, fugiu do óbvio, ficou ótimo ;)

e que bom que recebeu a encomenda
espero que goste porque os produtinhos são muito bons..
beeeijos e lambeijos
Fê e Claire

Clarice disse...

Olha isso! Pequenos gestos falam alto.
Fez lembrar uma coleção de lápis desse tipo que minha irmã tinha e que acabou evaporando. Tinha mais de 200 eu acho e acabou na sacola de um, bolsa de outro e puft!
Bello lavoro!
Beijos.

eva disse...

Ficou bem legal essa sua ideia. Parabéns. Eu nunca consegui colecionar nada, sou muito desligada para isso, mas acho bacana. É claro que se não tiver tudo arrumadinho vira bagunça. BEijos

Blog da Rutha disse...

Adorei a sua ideia do quadro de canetas, o meu marido ama canetas mas ele gosta daquelas caras, nos fins de semana ele fica limpando e contando as canetas pra conferir se não sumiu nenhuma. O pior é que eu reclamos que ele gasta muito com essas coisas e ele compra escondido !
Quando meu pai faleceu eu herdei (peguei antes que alguém visse) uma mont blanc de pena de ouro e marfim na ponta, era antiguíssima mas era a preferida do meu pai e eu queria guardar essa lembrança dele, afinal ele era jornalista e também era apaixonado por canetas.
Vou pensar em fazer um quadro desses também.
Beijos
Laís