domingo, 2 de outubro de 2011

De quem é a culpa

Quando venho, através do blog ou qualquer outro meio de comunicação, defender animais contra o abandono, defender a castração e a posse responsável é para que não aconteça, entre outras, coisas como o que passei neste sábado. Por conta dos "animais" que jogam filhotes fora, como quem joga lixo, estou com 13 gatos doentes há mais de um mês. A contaminação aconteceu através dos "temporários". Enfim, fui   buscar medicação e vi um cão sair de dentro do mato, do outro lado da rua onde eu estava. Resolvi checar, contornei, parei o carro e dei de cara com seis cães adultos, num primeiro momento achei que fosse fêmea no cio, mas não era. Haviam duas femeas, um cão jovem e pelo menos dois  cães velhos. Aonde eles estavam é um lugar de alto tráfego então resolvi tirar fotos e pôr na rede em busca de ajuda. Com celular em punho comecei a fotografar, só que o alcance do celular não é tão bom quanto de um máquina fotográfica e dei um passo, saindo da calçada,  em direção a eles, a reação foi imediata, dois machos avançaram em mim e no susto  tropecei e cai de costa no chão. Não cheguei a ser mordida, até porque havia um senhor passando na hora de bicicleta e me acudiu, porém, como tenho duas cirurgias na coluna o resultado do tombo não foi nada bom, voltei para casa com dor do alto da cabeça até o cóccix, estou a base de remédios. Quanto aos cães, não os culpo, pois a reação deles foi normal, provavelmente foram abandonados em momentos diferentes e acabaram se juntando e formando uma matilha, onde um ou dois se tornam lideres e passam a defender os outros, além de demarcarem o território, que fiz a burrice de invadir. O problema é que farão isso com outras pessoas, talvez crianças e a hora que isso acontecer, a sentença de morte deles vai ser decretada. Culpa dos cães? 
Deixo aqui, mais uma vez, a minha indignação e revolta com quem não tem responsabilidade e é cruel com animais, pois afeta direta ou indiretamente, as nossas vidas. Deixo também a minha tristeza, por não poder fazer mais por eles.
Me perdoem o desabafo, espero que as próximas postagens sejam alegres e leves.Uma boa semana a todos.

4 comentários:

Blog da Rutha disse...

A culpa é do ser humano que descarta os animais como se fossem brinquedo ao primeiro arranhado no sofá ou ao menor problema de saúde ou idade avançada. São pessoas sem amor no coração !
Eu confesso que tenho muito medo de cachorros na rua, sempre tive medo, desde pequena e por isso faço a minha colaboração doando ração, remédios ou dinheiro quando posso. Sigo alguns grupos de proteção pelo facebook e frequento feirinhas doando coisas minhas e comprando outras coisas para ajudar. Não posso trazer nenhum animal pra casa por causa do marido e sempre fico falando que se ele for embora primeiro eu vou encher a casa de gatos abandonados...
Eu admiro demais pessoas como você que se envolvem tanto e fazem de tudo para ajudar os animais. Suas atitudes ajudam a mudar e melhorar o mundo que vivemos. Desabafar também é muito importante.
Só para dar um ânimo na semana, você já viu que ganhou o sorteio do blog Meu Whippet ? Parabéns !
Beijos
Laís

Gloria disse...

Jura?!

Gisa disse...

Entendo bem o que estás sentindo; já comentei várias vezes sobre a situação daqueles que realmente se importam com os animaizinhos abandonados: a sensação de impotência, a frustração, a dor de não poder ajudar a todos que cruzam nosso caminho. Enquanto isso, os que abandonam seguem pela vida de coração leve; é injusto demais. Desejo melhoras para tua coluna e teus peludos. Beijos

Clarice disse...

Menina! E como está essa coluna agora? Fiquei fora do ar dois dias e você já sapeca mais um tombo?
Que é que eu posso dizer a não ser que você fique mais quietinha e que os remédios façam efeito logo.

Já sobre essa cobrança entre bichos e pessoas, tenho sempre uma resposta pronta: você faz doação para quantas instituições que cuidam de crianças? Aí derrubo essa conversa mole. Acho que dá pra cuidar do que importa se a gente olhar pra todos os lados.
E o que deu nos gatos? Já estão melhor?
Aqui no bairro estou de orelha em pé por conta de uma epidemia de cinomose.
Fique bem e melhore logo. Saúde para os bichinhos também.