quarta-feira, 3 de agosto de 2011

A Caixa

Então, o frio, a chuva e o vento não permitiram que eu terminasse a caixa. Para quem palpitou casa de cachorro, acertou. Agora só falta achar a tampinha premiada. Brincadeiras a parte, a historia é a seguinte: no ano passado resgatei uma cadelinha, que foi adotada por uma pessoa com poucos recursos, mas com um coração enorme e este ano a mesma pessoa adotou um cãozinho, que uma amiga minha achou atropelado. Ela trata muito bem os dois, hoje chamados de Pipoca e Panqueca, só que agora, por questão de saúde, ela precisa deixá-los mais no quintal e com esse frio a coisa está dificil, daí resolvemos comprar uma casinha e nesse meio tempo apareceu a caixa e por tabela a idéia. O interessante é que não comprei nada, eu tinha todo o material em casa(Maria guardatudo), só entrei com a minha "mão de obra". A caixa virou uma super chique casinha, com parede duplada, esse termo só quem é ou está aqui no sul, é que entende. Falta o telhado, pois terminei de envernizar, porém a umidade não permitiu secar a tempo, mas pelas fotos dá para ter uma idéia de como vai ficar. Na conclusão eu posto de novo.


3 comentários:

Clarice disse...

Já pode passar na secretaria e pegar o diploma de arteira, ou engenheira,ou arquiteta. Mas com certeza de menina de bom coração você leva!
Ficou muito linda. Os dois vão adorar e a dona deles, então!
Beijos.

Blog da Rutha disse...

Ficou ótima a casinha ! Desse jeito pode até nevar que os cachorrinhos vão ficar bem quentinhos. Só espero que eles não sejam destruidores...porque o Barum precisava trocar de casinha a cada 2 anos...agora dorme na lavanderia de noite e durante o dia fica dentro de casa.
Beijos
Laís

Anônimo disse...

Ficou ótima a casinha! Parabens por suas habilidades e por este lindo coração.
Ja me senti abandonada e encontrar um coração aberto teria sido um sonho lindo. Beijinhos Lê